Profissionais Capacitados para Controle de Combustíveis?

  • home
  • /
  • Tech
  • /
  • Profissionais Capacitados para Controle de Combustíveis?

Sem duvida uma das questões mais importantes, feitas por todo gestor de frotas, seja ele de transportadores, embarcadores, motoristas autônomos e porque não de pessoas comuns com veículos leves, como eu e você, que usa o carro para trabalhar ou passear no dia a dia. Porque e como controlar o combustíveis dos meus veículos?

A mais de 18 anos atuando com automação de postos de combustíveis e gestão de pagamentos de combustíveis para frotas e transportadores, me deparo com alguém fazendo esta pergunta. E o curioso é que a questão não vem apenas pelo custo do produto ou pelo que ele representa sobre a operação.

O problema é muito maior, pois a questão as vezes vem de quem dirige a empresa, de quem deveria conhecer e saber que este produto é na maioria das vezes o 2º. maior custo fixo de uma operação de transporte rodoviário.

Então se uma empresa de transporte rodoviário ou um embarcador que tem frota própria conhece esta informação, a pergunta deveria ser outra. Porque não temos profissionais capacitados para cuidar deste insumo tão importante nos postos e nas plantas de abastecimentos?

Então se você buscar, tanto em garagens (plantas internas de abastecimento), como em postos comerciais, ou ainda em condomínios de abastecimento pelos profissionais que estão cuidando das informações deste insumo, verão que nenhuma, repito “nenhuma” empresa contrata profissional capacitado minimamente para esta função. Geralmente são frentistas ou chefes de pistas, que fecham os caixas ou apuram o consumo através de planilhas ou pelos sistemas oferecidos pelo mercado, inclusive para controlar os estoques de seus tanques.
Muitos utilizam-se de cartões de pagamentos de frotas para realizar este controle, mas não se atentam que se a informação lançada não são verdadeiras, mesmo que tenham gestão e métricas, por traz dos sistemas haverão divergências que um funcionário não capacitado não conseguirá identificar e passar adiante para uma tomada de decisão assertiva.

Volto a frisar porque então não preparar um profissional para esta função especifica ou contratar alguém capacitado?

Se levarmos como exemplo que geralmente a folha de pagamento é o 1º custo destas empresas, temos certeza absoluta que a pessoa de Recursos Humanos da empresa é capacitada para tal função. Então logo seguindo esta lógica deveríamos usar do mesmo raciocínio para o Combustíveis consumidos. Mas o preconceito do trabalho na pista de abastecimento e os baixos salários oferecidos para esta função, afasta bons profissionais e também fecha os olhos dos gestores para uma contratação pontual neste setor da empresa.

Se uma empresa de transporte rodoviário diminuir seus custos com combustíveis certamente estará entre as mais competitiva do mercado. Para isso é preciso investir mais em pessoas que podem reduzir o consumo e medir melhor estas informações para a tomada de decisão dos gestores.

Sem duvida vale a pena investir em sistemas, Meios de pagamentos para gestão de combustíveis, controles financeiros destes pagamentos, conciliação de notas fiscais de postos, mais nada disso é tão importante quanto investir na capacitação daquele que trará estas informações para dentro da empresa ou do sistema com seus indicadores maravilhosos. Se este é o profissional que alimenta tudo isso com as informações primitiva equivocadas, todo o processo e o investimento terá sido em vão.

Que possamos pensar nisso e começar a mudar esta história, se você gosta do seu profissional simples, paga barato para ele cuidar da sua preciosa informação confia nele, mas quer a melhor da informação gerada e da redução do custo deste insumo, porque não investir nele então?

Deixo aqui meu abraço a todos os profissionais de pista e de abastecimento do mercado.

E aos gestores de frotas, meu alerta, capacitem seus profissionais.

  • Share:

Leave a Comment

sing in to post your comment or sign-up if you dont have any account.